Acordo não é seguido. Mulheres de PMs seguem em frente aos batalhões. Horror prossegue.

Conforme a Jovem Pan, as mulheres de policiais militares seguem ocupando as portas dos batalhões no Espírito Santo, mesmo com o acordo firmado na última sexta-feira (10). A PM e o governo do Estado haviam definido a volta dos militares às ruas na manhã deste sábado (11), mas o que se viu foram as mulheres dos policiais, que não estavam presente no momento da reunião, prosseguindo com o protesto e se recusando a sair da frente dos portões.

Conforme a Associação dos Oficiais Militares, a maioria dos PMs quer continuar dentro dos batalhões. A Secretaria de Estado da Segurança Pública informa que na grande Vitória e no interior do Espírito Santo a polícia segue fora das ruas. Este é o oitavo dia sem a presença dos militares nas ruas do Estado.

Pelo documento firmado, os que voltassem a trabalhar a partir deste sábado não iriam sofrer punições administrativas disciplinares. Além disso, o governo se comprometeu a apresentar um cronograma para a concretização das promoções previstas em lei que não foram efetivadas até o momento. O prazo para o cumprimento do benefício é até o fim de 2017. Ainda de acordo com a ata, será formada uma comissão para avaliar a carga horária de trabalho da Polícia Militar e dos Bombeiros.

O ES já contabiliza 127 homicídios durante o período, de acordo com o Sindicato dos Policiais Civis do Estado (Sindipol).

Anúncios

4 comentários sobre “Acordo não é seguido. Mulheres de PMs seguem em frente aos batalhões. Horror prossegue.

  1. Engraçado que os proprios pm desmentiram o tal acordo assim que ele foi anunciado, muita manipulaçao agora quem esta ganhando com isso nao sabemos… Mas fica claro que a midia incluindo o jornalivre esta tentando manipular os seus leitores para que fiquem contra os policiais, porque nao vemos essa indignaçao seletiva com o stf pq sempre se acovardam e apenas apontam os erros deles e de alguns da classe politica… Vergonha para o site que ate hoje era bem conceituado….

  2. 127 mortos, o que mais precisa para essas mulheres pararem com essa palhaçada, quando matarem alguém da família delas ai elas acordarão, porém tarde demais.

Deixe uma resposta