Vereadora de Rio Claro que votou contra a criação de cargos de assessores sofre retaliação na Câmara

A vereadora Carol Gomes, da cidade de Rio Claro e também integrante do Movimento Brasil Livre, parece ter sofrido retaliação de seus colegas parlamentares após votar contra a criação de cargos para assessores.

Carol é experiente em políticas públicas, tendo inclusive participado de ONGs no passado e ajudado a tirar crianças e adolescentes do vício em narcóticos. Ela seria o nome mais cotado para presidir a Comissão de Políticas Públicas da Câmara, mas sem explicação aparente foi mantida apenas como membro da Comissão, que será comandada por Adriano La Torre e terá Irander Augusto Lopes como relator, que não possuem nenhuma experiência na área.

O caso ficou parecendo perseguição política, especialmente porque Carol Gomes também propôs o fim do recesso de julho, o que reduzirá as férias dos vereadores.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s