Após pressão nas redes sociais, Temer decidiu não nomear Mariz para a Justiça

O presidente Temer desistiu de indicar o nome de Antônio Mariz para o Ministério da Justiça pelos mesmos motivos que o fizera no início do governo: sua total idiossincrasia com a Lava-Jato, o que hoje teria uma repercussão muito mais negativa do que antes.

Ontem, após alguns jornais veicularem a notícia de que Mariz estava cotado para a vaga, as redes sociais entraram em erupção e muita gente pressionou o governo contra a indicação de Mariz, que já demonstrou diversas vezes ser contra a Operação Lava Jato e seus mecanismos.

Como precisa fundamentalmente da Câmara para aprovar suas duras reformas, é provável que Temer escolha um deputado para o cargo.

Anúncios

3 comentários sobre “Após pressão nas redes sociais, Temer decidiu não nomear Mariz para a Justiça

Deixe uma resposta