Petista mente e acusa pessoas de “classe média” por saques a lojas no ES. Informação carece de provas

Em uma tentativa esdrúxula de atacar a “classe média”, sempre o alvo preferido da extrema-esquerda, a ativista de internet Socialista Morena, cujo verdadeiro nome é Cynara Menezes, resolveu contar uma mentira grosseira sobre os saques praticados em lojas no Espírito Santo.

Em seu Facebook, ela compartilhou uma publicação do site Gazeta Online, cujo título é “Moradores são flagrados saqueando lojas em Vila Velha e Cachoeiro de Itapemirim”. Na legenda colocada no Facebook, Cynara escreveu: “Pessoas de classe média também estão saqueando lojas em vila velha e cachoeiro.”

SOÇA.png

A informação, no entanto, carece de qualquer evidência. A matéria da Gazeta Online fala apenas em “moradores”, o que também carece de provas. Não se sabe exatamente quem são os criminosos que estão saqueando as lojas, nem se eles já têm passagens pela polícia ou não. Contudo, em toda a matéria da Gazeta não há qualquer referência à classe social dos criminosos. Abaixo, o texto do jornal na íntegra:

“Não são só bandidos armados que estão aproveitando a falta de policiamento nas ruas do Espírito Santo para saquear lojas. Vídeos enviados por internautas do Gazeta Online mostram produtos de sendo levados por ‘pessoas comuns’. O que impressiona é a tranquilidade em que os atos criminosos são praticados. Eletrodomésticos, celulares, e até geladeiras e fogões foram levados. A federação dos lojistas estima prejuízo de mais de meio milhão de reais.”
Como informado anteriormente, não há nenhuma menção sobre classe social dos criminosos, nem mesmo há qualquer tipo de evidência sobre quem eles são e de onde vieram. Tudo o que se tem, até o momento, são vídeos em que várias pessoas aparecem saqueando lojas, mas nenhuma delas devidamente identificada.
Anúncios

7 comentários sobre “Petista mente e acusa pessoas de “classe média” por saques a lojas no ES. Informação carece de provas

  1. “A matéria da Gazeta Online fala apenas em “moradores”, o que também carece de provas.”

    Claro, né? Vai que são alienígenas e não moradores.
    São moradores sim, de classe baixa e de classe média também, se você nunca presenciou saques em lojas, sempre são moradores e até vizinhos da própria loja.

  2. Deveríamos cobrar uma indenização daqueles que tem o papel de prover a segurança, já que tiraram esse papel das pessoas.
    Assim o debate sobre o mal feito que a Lei do Desarmamento propiciou seria inerente as responsabilidades individuais sobre aqueles que desarmaram a população.
    Ou devolvem esse direito aos cidadãos ou pagam uma indenização pelo mal feito para cada vitima do crime.

  3. Essa esquerdopátia virou doença contagiando todos esse , os doentes mentais , a começar pelo seu líder o Lulalau . Levando-os a acusar por nunca ter nada que possa trazer de concreto é bom para o povo ( só trouxeram destruição ao país ) ficam a arrotar acusação aos opositores .

  4. Jornaleco de quinta, falou mal da petista porque falou mal dá classe média, não só a classe média também roubou, como uma “cidadã de bem”, candidata a vereadora pelo seu partido favorito, o PSDB, estava lá, saqueando lojas…. Bem a cara da direita brasileira mesmo… Todos ladrões…

    Quem defende bandido é bandido igual!!!!

Deixe uma resposta para Reginaldo Cancelar resposta