Militantes de extrema-esquerda ligados ao PCdoB agrediram violentamente uma mulher na UFMG

De acordo com Rodrigo Constantino, o Centro Cultural UFMG recebeu Renato Rabelo com a palestra “O Brasil tem saída: caminhos para a superação da crise brasileira.” Mas a coisa não terminou nada bem para Fernanda Salles Andrade, jornalista que estava no local. Ela, que tem apenas 1,56m de altura, foi agredida fisicamente por comunistas do PCdoB, conforme diz em seu relato:

Abaixo, um vídeo em que as vítimas explicam a situação:

Fernanda Salles e seus colegas se identificam como pessoas de direita, por isso foram agredidas pelos comunistas. É um sinal claro de intolerância.

Anúncios

4 comentários sobre “Militantes de extrema-esquerda ligados ao PCdoB agrediram violentamente uma mulher na UFMG

  1. PC do B nada mais é que uma extensão piorada do PT. Mesmas ideologias, mesma marginalidade. Fiquem atentos a esse partido que nas últimas eleições recebeu as migrações de votos que eram do PT.

  2. Tudo encenado querem mídia estes militantes que se dizem de “direita”. Não sabe e nunca vai saber o que é ser torturada e levar gás de Pimenta, se estivesse em seu lugar não teria passado por essa situação.

Deixe uma resposta