Antonio Roberto Vigne: velório não foi só palanque para Lula; também teria sido queima de arquivo

O cientista político Antonio Roberto Vigne tem uma teoria perigosamente plausível sobre Lula e a morte de sua mulher, Marisa Letícia. Ele acredita que, além de palanque para o ex-presidente petista, o velório também teria servido como queima de arquivo.

O Ex-Marido de Marisa Letícia, Marcos Cláudio da Silva, integrante do sindicato de Lula, faleceu em um misterioso assassinato em 1972.

Lula conheceu Marisa Letícia no mesmo ano e, em poucos meses se casou, pela segunda vez. Após a morte do ex-marido de Marisa, o então sindicalista Luis Inácio da Silva fez questão de cuidar pessoalmente da liberação rápida da “vitalícia pensão de viúva” e outros benefícios inerentes à viúvas.

O cientista político ainda segue o artigo dizendo que Lula e Marisa sequer respeitaram o “resguardar o luto” e, em 1974, o então já Luis Inácio Lula da Silva casou-se oficialmente com Marisa Letícia Lula da Silva.

Veja o vídeo detalhando a teoria e com vários fatos curiosos que realmente geram dúvida sobre o passado sombrio de Lula. Veja e tire suas conclusões.

 

Acreditam na teoria? Vindo de Lula, tudo é possível…

Anúncios

Um comentário sobre “Antonio Roberto Vigne: velório não foi só palanque para Lula; também teria sido queima de arquivo

  1. Dossiê Lula: Queima de Arquivo no Palanque do Velório?

    Lula assumiu a Presidência do Sindicato dos Metalúrgicos no ABC Paulista em 1969.

    O Ex-Marido de Marisa Letícia, Marcos Cláudio da Silva era integrante do sindicato de Lula, faleceu em um
    assassinato em 1972.

    Lula diz ter conhecido Marisa Letícia somente em 1973, quando em poucos meses se casou, pela segunda vez.
    Lembro que a separação de Lula foi por traição dele e que ele nem queria a filha, propôs aborto a companheira
    que ainda não era sua esposa, casou-se, mas logo se separou.

    No site: e-farsas a alegação é que as datas não bateriam, não é verdade, batem, seria impossível
    um sindicalista não conhecer seu Presidente, ainda mais um com pretenções presidenciais, como foi o caso de Luis
    Inácio Lula da Silva. É bem possível que o sindicalista Marcos tenha levado sua esposa de 1969 a 1972 em algum
    comíssio no seu sindicato e neste meio tempo tenham estes conhecido o Presidente e convivido com ele de algum modo.
    A alegação de que Lula só conheceu Marisa 1973, um ano após a morte de um sindicalista de seu sindicato é que não
    bate. Lembro bem, aliás, quando ele morreu correu o boato que o esposo da amante do Lula havia sido assassinado, só
    que até então ninguém sabia que era a Marisa e muitos não levaram fé no boato, pois entenderam que era intrigas da
    oposição política na época.

    Lula teve outras esposas?
    Sim!
    Maria de Lourdes da Silva (morta em 1971) mulher parda e sertaneja igual a ele retirante da seca de 1952, foi sua
    primeira esposa.
    A hoje enfermeira, Mírian Cordeiro, que teve a filha que Lula sugeriu o aborto, Lurian Cordeiro da Silva (nascida
    em 1974), em 1989, na campanha de Fernando Collor, ela denunciou que Lula havia também proposto que eles tivessem
    um casamento aberto, onde eles pudessem ter amantes, dai a sua separação! Isto significa que Lula já tinha uma
    amante. Quem seria?

    Então Lula não conhecia Marisa até 1973 né? Sei… Que tal este depoimento de alguém que lembra daquele momento:
    “O metalúrgico do ABC Marco Cláudio da Silva foi misteriosamente assassinado cruelmente com tiros na cabeça em 1970 quando fazia “bico noturno” de motorista de táxi… na época ninguém no Brasil nunca tinha visto algo parecido.

    Então o sindicalista Luis Inácio da Silva cuidou pessoalmente da liberação rápida da “vitalícia pensão de viúva” e outros benefícios para Marisa Letícia da Silva recém-casada (durou apenas 6 meses) que estava grávida do metalúrgico assassinado.

    Desde então Lula e Marisa sempre foram vistos juntos sem “resguardar o luto” (ainda existem testemunhas da pouca-vergonha deles) e, em 1974, o então já Luis Inácio Lula da Silva casou-se oficialmente com Marisa Letícia Lula da Silva adotando oficialmente o filho do finado e o rebatizou Marcos Cláudio Lula da Silva nascido em 1971.

    Sabe-se que Marisa Letícia nesta época, era conhecida por ser “a mais bonita” onde circulava…” Autor: Jerry Wendel – Feb 05, 2016.

    Gostei, em particular deste comentário por ter encontrado várias fontes no mesmo, o que comprova pesquisa séria do tema!

    As datas batem sim, os fatos também, percebam, Lula tinha um relacionamento com Mírian Cordeiro e teve um breve
    casamento com ela por causa de sua filha, mas propôs um casamento aberto! Diz ter conhecido Marisa em 1973 e
    casou-se com ela em 1974, no ano do nascimento de sua filha, quando já separado de Mírian. Diferente de Mírian,
    Marisa aceitou relações extraconjugais de Lula, como é hoje conhecido e mais famoso caso, Rosemary Noronha e também
    o fato de que Marisa poderia incriminar Lula, pois era sua “laranja” nos esquemas de corrupção (segundo a própria Polícia
    Federal e o Ministério Público Federal, na Operação Lava a Jato comentam).

    Pela distância do fato, é raro se encontrar muita coisa, mas não significa que o povo tenha esquecido de fato tudo isto,
    é possível que muitos ainda lembrem dos fatos e que hajam ainda provas destas relações e aproximações, a suspeita foi
    muito forte na época, mas não houve investigação sobre o assunto! De qualquer modo, sim, as datas batem, se foram ou não
    ao acaso é outra história!

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s