Jean Wyllys quer banalizar até sua própria morte: “Façam de meu velório um ato político”

Imagine a situação: para defender Lula das acusações justas de ter politizado o velório da própria esposa, Jean Wyllys foi longe demais até para um extremo-esquerdista. Pois foi exatamente o que ocorreu.

Para provar que o PSOL é mesmo uma linha auxiliar do Partido dos Trabalhadores, o deputado Wyllys fez uma postagem em sua página oficial no Facebook dizendo que se ele morresse, poderiam fazer um comício no velório dele. O texto, como é de se esperar, tem toda sorte de apelos sentimentais e mentiras, tudo com a única finalidade de blindar Lula após ele ter usado o caixão da própria esposa falecida como palanque para tentar se dar bem.

No final de sua postagem, ainda, Jean Wyllys repete xingamentos feitos durante o texto e diz que “está cagando” para o “mimimi” daqueles que criticam Lula, o que é estranho já que ele fez o texto justamente para defender Lula.

Anúncios

6 comentários sobre “Jean Wyllys quer banalizar até sua própria morte: “Façam de meu velório um ato político”

  1. Não tem como não perder tempo com manifestação deste excremento políitico(me desculpem os de bom censo), preocupa-me se ele poderá contaminar outrem. Mas, o que esperar de um partido chamado PSOL que acolhe uma tão asquerosa figura que faz da sua burrice factóide para virar notícias.

Deixe uma resposta