Mais provas contra o PT: dono da UTC delata que rolou propina para a Petrobrás e o partido de Lula

A primeira audiência da Operação Lava Jato em Curitiba, revelou bombas, que já eram esperadas.

Ricardo Pessoa, dono da UTC, confirmou pagar propinas ao PT, intermediadas por João Vacarri Neto, ex-tesoureiro da legenda. Que também, por oito anos (2004-2012), pagou à diretoria da Petrobras por contratos.

De acordo o MPF, Palocci e a construtora Odebrecht teriam estabelecido um “amplo e permanente esquema de corrupção” entre 2006 e 2015. O esquema envolveria o pagamento de propina ao PT.

Os procuradores afirmam que o ex-ministro teria atuado de modo a garantir que a empreiteira vencesse licitação da Petrobras para a contratação de 21 sondas.

Anúncios

Deixe uma resposta