Sérgio Moro fecha o cerco e confisca R$ 45 milhões de marqueteiro do PT e R$ 23 milhões de delator

O juiz federal Sérgio Moro decretou o confisco de US$ 4,5 milhões do publicitário João Santana e de sua mulher Mônica Moura, marqueteiros das campanhas presidenciais de Lula (2006) e Dilma (2010/2014). Moro determinou, ainda, o confisco de US$ 23,8 milhões e de obras de arte apreendidas com o delator Zwi Skornicki.

Santana foi condenado a oito anos e quatro meses de prisão pelos crimes de lavagem de dinheiro no esquema instalado na Sete Brasil por meio de contratos com o Grupo Keppel Fels. A mulher do publicitário e o delator também foram condenados, além do ex-tesoureiro do PT João Vaccari Neto.

Dos US$ 4,5 milhões confiscados do casal Santana será descontado o montante das fianças (US$ 2,7 milhões) que eles recolheram para se livrar da prisão da Lava Jato, em agosto de 2016. O excedente não será liberado pois garante outra ação penal que o marqueteiro e a mulher respondem.

A informação é de Fausto Macedo, do Estadão.

Anúncios

5 comentários sobre “Sérgio Moro fecha o cerco e confisca R$ 45 milhões de marqueteiro do PT e R$ 23 milhões de delator

  1. Prestem atenção nas suas matérias: estão sempre com erros de português, gramática ou grafia…. e agora, na manchete está 45 milhões quando a reportagem fala de 4,5 milhões…. isso tudo depõe contra a seriedade das matérias..

Deixe uma resposta