Prefeito eleito de Piên foi assassinado por ex-prefeito

O ex-prefeito de Piên, Gilberto Dranka, do PSD, foi presos nesta terça-feira, 31, acusado de encomendar o assassinato do prefeito eleito, Loir Dreveck, que aconteceu em dezembro do ano passado.

Além do ex-prefeito, que foi encontrado em sua casa em uma situação vergonhosa, escondido no forro da sua mansão, também foram presos Amilton Padilha, motoqueiro suspeito de ter atirado em Loir Drevek, e Orvandir Arias Pedrini, que teria sido o intermediário entre o executor e o mandante.

Segundo a polícia, Orvandir Pedrini afirmou em depoimento que o crime foi encomendado não só pelo ex-prefeito, mas também pelo atual presidente da Câmara de Vereadores, Leonides Mahs.

O secretário de Segurança Pública do Paraná, Wagner Mesquita, informou ainda que outra pessoa, parecida com o prefeito morto foi morta antes dele por engano.

Para a polícia, foram desavenças políticas que motivaram o crime.

Anúncios

Deixe uma resposta