Desanimado, Requião confirma que candidatura à presidência do Senado é “de protesto”

O senador mais petista do PMDB, Roberto Requião, está um tanto frustrado. Ele pretende se candidatar à presidência do Senado, mas terá que concorrer com outro de seu próprio partido, o senador Eunício de Oliveira.

“Se eu me lançar, será uma candidatura de protesto”, afirma Requião.

É fato que Requião não tem a menor chance de ser eleito. Ele está queimado entre seus próprios colegas de legenda e com o país inteiro. Uma eventual vitória dele significaria o caos completo.

Anúncios

2 comentários sobre “Desanimado, Requião confirma que candidatura à presidência do Senado é “de protesto”

Deixe uma resposta