Delação: Guido Mantega facilitava empréstimos à Carta Capital

Segundo o jornal O Globo, Paulo Cesena (ex-presidente da Odebrecht Transport) emprestou entre 2007 e 2009, R$ 3,5 milhões à editora Confiança, responsável pela revista Carta Capital, a pedido de Mantega.

A editora nem disfarça sua orientação pró-petista e de extrema-esquerda. Contando com um portfólio invejável de duas revistas, Carta na Escola e Carta Fundamental, e 2 livros: um sobre o jogador Sócrates; e outro chamado Blogs do Além (livro coletânea de uma coluna estapafúrdia da própria Carta Capital, na qual personalidades mortas como Maquiavel, Churchill, Pedro Collor, “davam” entrevistas psicografadas pelo próprio auto).

Anúncios

2 comentários sobre “Delação: Guido Mantega facilitava empréstimos à Carta Capital

  1. Infelizmente quando pensamos em corrupção e negócios escusos bem como enriquecimento ilícito só se faz valer a política em âmbito federal, estadual, municipal, já está mais que na hora de abolirmos a política de nossas vidas

  2. A ajuda dos companheiros para os companheiros! Com o dinheiro tungado dos não companheiros!
    Que se tornam companheiros no crime! E se juntam aos companheiros de cela!

Deixe uma resposta