Kiko, Secretário de publicidade de Cabral, continua foragido

O ex-subsecretário de Publicidade de Sérgio Cabral, Francisco de Assis Neto (Kiko) continua foragido. Para a Interpol é um criminoso procurado em alerta vermelho.

Seu advogado confirmou que ele, infelizmente, não conseguiu antecipar sua passagem e por isso permanece de férias no EUA. A expectativa é de regressar ao Brasil, onde será imediatamente preso, apenas na sexta-feira.

Kiko que juntamente com Maurício Cabral, irmão do ex-governador, tocava a pasta e publicidade do RJ é acusados de desviar pelo menos R$ 7,7 milhões – de acordo com a Operação Calicute.

Anúncios

Deixe uma resposta