Macri segue Donald Trump e assina decreto restringindo imigração ilegal na Argentina

O presidente da Argentina, Mauricio Macri, assinou nesta segunda-feira (30) um decreto que altera a Lei de Migração do país, colocando mais restrições à entrada de estrangeiros.

Voltado especialmente a imigrantes com antecedentes penais ou que venham de países com forte presença do narcotráfico (Peru, Paraguai, Bolívia e México), o pacote foi apresentado por Macri usando expressões parecidas às usadas por seu colega norte-americano, Donald Trump.

“Nossa prioridade é cuidar dos argentinos, não podemos permitir que o crime siga escolhendo a Argentina como um lugar para vir e delinquir. Precisamos saber quem é quem entre os que cruzam nossa fronteira”, alegou Macri.

Anúncios

2 comentários sobre “Macri segue Donald Trump e assina decreto restringindo imigração ilegal na Argentina

  1. Mas essa conduta deveria ser costumeira e ordinária em qualquer lugar decente do mundo. Porque será que o óbvio precisa ser tratado como extraordinário e de forma sensacionalista?

Deixe uma resposta