Irmã de Ives Gandra Martins é vítima de fake news. Ela foi “contratada” sem licitação porque fazia trabalho voluntário!

O colunista de O Globo, Lauro Jardim, insinuou em uma matéria que o jurista e presidente do TST, Ives Gandra Filho, teria contratado a sua irmã, Ângela Gandra Martins, para ser instrutora da Escola Nacional dos Magistrados do Trabalho de forma irregular, sem licitação. Porém essa não é a verdade.

Arquivos do TST mostram que Ângela Gandra Martins não recebeu nada pelos serviços de instrutora prestados, isso porque ela prestou um trabalho voluntário, e por isso não tinha licitação.

Fake news prossegue fazendo mais vítimas. Seria essa uma tentativa de assassinar a reputação do jurista?

Anúncios

Deixe uma resposta