Peneira: apenas 4% das fronteiras do Brasil são monitoradas

Conforme Renata Mariz, para O Globo, estamos com um problema seríssimo em mãos em relação à segurança de nossas fronteiras.

A matéria diz: “A extensão continental das fronteiras brasileiras coloca a tecnologia como elemento fundamental para aumentar o controle do fluxo de drogas e armas. São 16.866 quilômetros no total de fronteira terrestre, cinco vezes e meia a linha que divide Estados Unidos e México, de pouco mais de três mil quilômetros. No entanto, o Sistema Integrado de Monitoramento de Fronteiras (Sisfron), projeto iniciado ainda em 2012 como grande aposta para enfrentar o desafio, só cobre 660 quilômetros — cerca de 4% das fronteiras nacionais.”

A situação é ainda mais icônica num momento em que o chanceler José Serra resolveu criticar Donald Trump por decidir finalizar o muro – entre os Estados Unidos e o México – que Bill Clinton havia iniciado.

A ideia de Trump é proteger suas fronteiras de imigrantes ilegais.

Anúncios

2 comentários sobre “Peneira: apenas 4% das fronteiras do Brasil são monitoradas

Deixe uma resposta