G1 tenta fazer militancia anti-Doria, mas acaba prejudicando ainda mais a gestão Haddad

Uma matéria publicada no portal G1 no dia 26, um dia após o aniversário de São Paulo, diz que “após aumento de velocidade das marginais” ocorreu um acidente a cada 4 horas.

É verdade, ocorreram 6 acidentes no dia 25 nas duas marginais, Pinheiros e Tietê. O único problema é que na mesma matéria o portal G1, que tinha clara intenção de defender a medida do prefeito anterior, Fernando Haddad, acabou se contradizendo. Os leitores perceberam.

Em um parágrafo mais ao fim da matéria, o G1 dá conta de que no ano de 2016, quando a velocidade baixa estava em vigor, ocorreram em média 7 acidentes por dia, o que na prática dá uma média aproximada de um acidente a cada 3 horas. Ou seja, segundo o próprio G1, em 2016 aconteceram mais acidentes do que a média que eles próprios apresentaram após o aumento da velocidade nas marginais.

Obviamente, como muitos leitores fizeram as contas e perceberam a trapaça, o G1 deletou o parágrafo e deixou a informação de forma mais superficial, sem os dados do CET que estavam na matéria.

 

Anúncios

8 comentários sobre “G1 tenta fazer militancia anti-Doria, mas acaba prejudicando ainda mais a gestão Haddad

  1. Os jornalistas brasileiros, com raríssimas exceções, estão mais para jornaleiros, pois tratam a notícia para vender seus jornais e não com a isenção e compromisso com a verdade, isso os torna preguiçosos e transformam uma história em estória contada apenas para distorcer a verdade à seu favor isso torna a grande maioria da imprensa mediocre e descreditada como é o caso da porcaria do G1!

  2. Mídia tradicional acostumada a fabricar notícias sob encomenda.

    Um grande negócio no passado que perdeu espaço para as redes sociais.

    As redes sociais trabalham com áudio e imagem em tempo real, quase ao vivo. A verdade vem á tona em pouco tempo, ás vezes em minutos, mesmo com pontos de vista conflitantes. Quase impossível esconder, manipular, distorcer.

Deixe uma resposta