Vice-presidente do Flamengo é preso na Lava-Jato

Segundo a revista Veja, o vice-presidente de futebol do Flamengo, Flávio Godinho, foi preso na manhã desta quinta-feira (26) durante a Operação Eficiência, segunda fase da Calicute, um desdobramento na Lava Jato no Rio de Janeiro.

Godinho é ex-braço direito do empresário Eike Batista, e foi acusado de envolvimento com lavagem de dinheiro e ocultação no exterior de cerca de 100 milhões de dólares (aproximadamente 317 milhões de reais).

Anúncios

Deixe uma resposta