Portais de notícia resolveram informar todos os acidentes de trânsito ocorridos em São Paulo desde ontem. Por que será?

Desde que João Dória conseguiu implantar a volta da velocidade normal das marginais Tietê e Pinheiros, a imprensa alinhada com a extrema-esquerda passou a noticiar todos os acidentes de trânsito, até mesmo aqueles mais banais e sem vítimas graves.

G1, UOL, Folha de São Paulo e afins começaram a publicar matérias tendenciosas desde a madrugada de ontem, 25. A Folha chegou ao cúmulo de mencionar um acidente cujo motorista estava embriagado e atribuir a causa ao simples aumento de limite de velocidade na via.

Naturalmente tudo isso é pautado em um claro interesse de atacar João Dória, uma vez que a maior parte da imprensa estava alinhada com o ex-prefeito Fernando Haddad. Vale ressaltar, ainda, que a medida adotada por Dória não tem nada de polêmica, ele está apenas fazendo cumprir o que já é estipulado no Código Nacional de Trânsito, a legislação máxima sobre o assunto.

Anúncios

Um comentário sobre “Portais de notícia resolveram informar todos os acidentes de trânsito ocorridos em São Paulo desde ontem. Por que será?

  1. Depende bastante do que se entende em fazer cumprir o que está no CTB.

    Segundo o artigo 61 do Código de Trânsito Brasileiro (CTB), a velocidade máxima das vias será indicada por meio de sinalização, obedecidas suas características técnicas e as condições de trânsito, sendo que em vias urbanas de trânsito rápido, que é o caso da pista central e expressa da Marginal Tietê, ou expressa da Marginal Pinheiros, recomendam uma velocidade de 80 km/h, podendo variar para mais ou para menos. Essa variação está diretamente ligada ao tipo de utilização da via, sua geometria, qualidade do pavimento, superelevação, largura das faixas de rolamento, entorno e movimentação de pedestres.
    E como se sabe, a Marginal do Tietê, atualmente possui características que não permitem que sua velocidade máxima seja de 90 km/h. Isso não significa que futuramente após uma grande reforma, ela não possa ter esse limite de forma correta e coerente.
    A mesma regra de aplica às pistas locais das marginas. Ambas possuem características de vias arteriais e o CTB recomenda uma velocidade de 60 km/h, podendo, também, variar para menos ou para mais.
    Fazendo um comparativo, as rodovias, que são vias rurais de trânsito rápido, reduzem seus limites nos trechos urbanos. Um exemplo é a Rodovia Washington Luís (SP-310) que em praticamente toda sua extensão possui velocidade máxima de 110 km/h, mas nos trechos urbanos, cai para 90 km/h.
    O fato é que as marginais precisam urgentemente de uma reforma.

Deixe uma resposta