Marcos Valério tem pressa para entregar delação bombástica

O ex-publicitário Marcos Valério, que há quatro anos cumpre condenação pelo mensalão, diz ter provas contra políticos envolvidos na operação Lava Jato.

Pelas informações do Jornal O Tempo, são 78 anexos em delações, cada um tratando um tema ou um personagem. São cerca de 200 páginas em que são citadas 50 autoridades e políticos dos Três Poderes.

O motivo da pressa é que a defesa quer homologar o quanto antes o acordo de colaboração premiada.

“A nossa intenção é assinar um acordo com o Ministério Público mineiro antes de conversar com o procurador geral, Rodrigo Janot. Em abril, teremos uma audiência de instrução e temos que ter tudo definido antes disso”, disse o advogado de Valério, Jean Robert Koabayashi Júnior.

Anúncios

Deixe uma resposta