Houve 762 acidentes em 2015 nas marginais Pinheiros e Tietê, mas a imprensa não divulgou nem 5% deles

No ano de 2015, Fernando Haddad estipulou a redução de velocidade nas marginais Pinheiros e Tietê, uma medida arbitrária que ele tomou sem consultar a população e nem os técnicos da área. A alegação do então prefeito era a de que aquilo reduziria o número de acidentes, mas muitos alegam que a real intenção era aumentar a arrecadação de multas, que de fato triplicou no fim de sua gestão.

A medida de Haddad entrou em vigor na segunda metade do ano, em julho. Assim mesmo, houve 762 acidentes de trânsito nas duas marginais, sendo que o total de mortos foi de 46. A quantidade de casos divulgados pela imprensa, entretanto, é bem menor. Veículos de comunicação de grande alcance, tais como G1, UOL ou Folha de São Paulo não chegaram a noticiar nem 5% dos casos, mas estão noticiando os acidentes recentes – que foram poucos, aliás – desde que Dória, o atual prefeito, resolveu restabelecer a velocidade normal nas vias.

É evidente que a imprensa está atacando João Dória com interesses políticos.

Anúncios

46 comentários sobre “Houve 762 acidentes em 2015 nas marginais Pinheiros e Tietê, mas a imprensa não divulgou nem 5% deles

    1. Ontem percorri a marginal Tietê desde a Via Dutra até a Rod Castelo Branco ,ida e volta, inclusive com chuva e notei que melhorou bastante o trânsito

  1. Quem assina essa matéria? Cadê o comparativo com 2016, ano em que diminuiu o número de mortos nas marginais? O que é “velocidade normal”? Por que o prefeito eleito não tira os radares das marginais se há indústria de multas?

    1. Gostaria de ver números comparativos também. Simplesmente jogar os números sem parâmetro para comparações não faz muito sentido. Houve ou não houve, afinal, redução nos acidentes e mortes com a diminuição do limite de velocidade?

      1. Provavelmente até houve redução, mas não dá pra acreditar muito em números divulgados pelos petistas. Não são nem confiáveis, nem competentes. Muito menos honestos!

    2. Porque a industria da multa ganhava dinheiro com a má informação, sinalização, e ocultação de radares com métricas diferentes da via. Logo o problema não e a quantidade e sim como ele usou isso a favor dele. deixa la ué, embora coloque a sinalização no lugar correto, faça um trabalho de educação no transito mais efetivo.

    3. So complementanfo suas perguntas… Qual é o orçamento das campanhas publicitárias do programa Marginal segura nas rádios e jornais paulistanos no ar desde ontem (essa eu queria saber)?

    4. a indústria de multas ainda existe. só vai parar quando deixarmos de ser somente fiscalizados na encolha ou eletronicamente.

      velocidade normal é a velocidade para qual a via é projetada e onde um motorista se sente seguro em guiar nela. ela é usada como base para o calculo do limite de velocidade

    5. Velocidade normal é aquela que vc desenvolve de acordo com o que a pista permite tecnicamente falando. As pistas das marginais permitem velocidade superior a 90 km/h. A indústria da multa se dá em função da extrema redução de velocidade, no caso do governo anterior, 70, 60 e 50km/h, que gerou uma morosidade absurda na fluidez das vias marginais.

      1. Não houve “morosidade”. De uma ponta a outra da Marginal Tietê ganha-se menos de sete minutos com a velocidade aumentada de 70 para 90. Pouco demais…

    6. Se reduzir a velocidade em todos os lugares a 5Km/h, vai reduzir as mortes a menos do que na época das carroças! De quebra o trânsito fica uma maravilha!!!

    7. Sou completamente favoravel a diminuiçao do limite de velocidade! Inclusive poderia diminuir a velocidade para 50km/h em todas as estradas, com ctz diminuiria o numero de mortos….so levaria umas 10 hs para chegarmos ao RJ sem transoto

    8. Concordo totalmente! Se quer realmente peitar a indústria das multas e não a população, que sejam retirados 50% dos radares de São Paulo que já será de grande tamanho!

  2. 762 acidentes no ano , si dividir isso pelo numero de dias ainda ,da menos de 2 acidentes por dia . só no primeiro dia de aumento já teve 5 ! Faça a conta antes de vir com afirmações tendenciosas

    1. Na verdade a média de acidentes nas primeiras horas do aumento ainda é menor que a média de 2016 (3,8 acidentes por dia contra 4). Concordo que tem que ter comparação. Mas também deveria ter comparação quando noticiam acidentes após a nova velocidade.

    2. Ta reprovado em matemática e em português. 365 vezes dois dão 730 . Onde que 762 divido pela metade dos dias do ano da uma média menor que dois? Ainda que se considerasse o ano inteiro, seria maior.

  3. O prefeito João Doria está fazendo um excelente trabalho! Reduzir a velocidade da marginal serviu apenas para arrecadar multas! Eu mesma presenciei inúmeros acidentes…! Tirar radar não é exatamente uma sugestão inteligente, uma vez que tem que haver uma regulamentação coerente de velocidade para inibir babaca que tiram rachas nas marginais, por exemplo! Bato palmas ao prefeito! Está fazendo um ótimo trabalho na cidade de São Paulo!!!!

  4. Governo PT compra tudo, inclusive a imprensa.
    Tenta comentar algo nas notícias de UOL ou G1 para ver se moderadores publicam.
    Sai apenas o que lhes interessa.
    Jaiminho (haddad) já foi tarde, nem deveria ter vindo..!!!!

  5. Outra coisa, conheço pessoas que trabalham na CET, a ordem era multar e quem não o fizesse teria horas extras cortadas como prêmio.
    Viva o PT e sua forma escrota de fazer política, a população precisa entender que não precisamos de políticos e sim de administradores para cuidar do nosso dinheiro.
    PT faliu uma empresa que brota dinheiro da terra, o que faria com uma empresa normal que precisa de cérebro e trabalho para vencer.?

  6. A maioria das pessoas só anda na velocidade certa nas marginais quando passa pelo radar fora isto eles andam avontade na velocidade que quiser todos sabem as posições dos radares agora falar que não tinha acidente é história

  7. Midias comunistas e socialistas engendradas com governos, para mamarem em suas tetas, por quanto menos divulgar mais o governo contribui pra essas midias facinoras que acharcam os cofres publicos e quem paga sao o povão brasileiro, acordem, que estamos no comunismo onde as benesses vão pra os que estão no poder.

  8. Engraçado não é o limite de velocidade, e sim os motoristas que não tem educação no trânsito, as pessoas são sem noção fácil acusar o prefeito, nada dá bom sinto muito não acho a prefeitura culpada dos acidentes e sim os seus motoristas que esquecem que um carro e uma arma mortal !!!!!

  9. Aposto que o Dória mandou cortar a verba de publicidade da Prefeitura nos principais jornais da cidade …………. este é o motivo da represália !!!!!!! Idiotas !!!!!

  10. Acredito que deveria liberar a velocidade e que causar danos aos outros arquem com todo o prejuízo que causou a ele e aí terceiro inclusive despesas médicas, pois acredito que cada motorista tem que ter responsabilidade e arcar com seus erros, assim como tem os que dirigem bêbados ou drogados deveriam arcar com os prejuízos e ficarem presos por pelo menos 20 dias para refletir melhor sobre suas condutas e os estragos que fazem as outras pessoas.

  11. Deve ter havido uma redução de acidentes mas não por causa do limite de velocidade e sim pelo número grande de radares multando as pessoas….Haddad é considerado o pior prefeito de São Paulo e as urnas confirmaram isso..

  12. Apoio Doria, ele está sendo justo claro e honesto.
    Moro no Morumbi e na Av Morumbi vc tem velocidades permitidas de 30 40 50 km/h .
    Isso sem nenhuma sinalização vc sabe pq o Waze vai te orientando.
    Mas não é só na Av Morumbi, na Pio XII também em todas as ruas da região.
    Pensei que fosse só aqui, mas não, em Interlagos, na Zona Leste, etc
    Comecei a observar em função das
    Multas tomadas e fui verificando
    ISSO É VERGONHOSO, AMORAL, uma fábrica de furto autorizada e. legalizada .
    APOIO DORIA VOTEI NELE, MAS NÃO ESPERAVA MUITA COISA E ESTOU VENDO UM TRABALHADOR JUSTO, HONROSO, DIGNO.
    SE OS LULATICOS OU PARTIDO DOS TRAPACEIROS FICAREM NA DELES DORIA CHEGA A PESIDENCIA
    ISSO É O QUE ESPERO DO FUNDO DO CORAÇÃO E DO BOLDO.
    Jussara Martins

  13. Em 2016, o Brasil como um todo sofreu e ainda sofre com o desemprego, isto significa no aumento do uso do transporte público que por consequência diminui o número de veículos circulando na vias. Outro fator, que contribuiu para diminuição de veículos foi a criação dos App como 99, uber entre outros, que ao invés de pagar uma fortuna para estacionar seus carros nos estacionamentos, vai com os carros compartilhados e os cadastrados nos App que gasta muito menos. E por consequência de tudo isso, menos veiculos, menos acidentes.

  14. Gente…. nem precisa fazer muita conta…. se baixa a velocidade baixa tbm o numero de acidentes, massssss e sempre tem um mas, se o próximo prefeito quisesse reduzir a zero o numero de acidentes e para isso trancasse as vias marginais e nelas só pudessem transitar a cavalo ou charretes, como antigamente, antes dos veículos, esse prefeito estaria correto????? São Paulo é uma cidade ágil e por sua vez as vias, principalmente as marginais, tem que ser ágeis tbm. Que seja ensinado e cobrado sim aos motoristas, que tenham respeito, cuidado e muita educação no trânsito, isso sim diminui os acidentes. Não sou militante nem de prefeito nem de qualquer tipo de politico, mas cá entre nós, João Dória está sendo o prefeito que São Paulo merecia há anos. Parabéns pra ele e para toda sua equipe pelo que já fez nesses primeiros dias de governo. Se continuar nesse ritimo, ao final do seu mandato nossa cidade será espelho para o mundo.

  15. Na realidade, a velocidade da marginal se auto-determina, pois, está diretamente ligada ao fluxo de veículos. Este limite de velocidade condiz com a realidade da via. O Dória fez o que deveria fazer, sou usuário de ambas marginais e o que vi com essa redução de velocidade, foi tão semente aumentar o número de moradores às margens do rio Tietê e aumentar absurdamente o n° de multas. Os que são contrários à essa mudança de velocidade geralmente são aqueles que não usam essas vias para se locomoverem em São Paulo.

  16. Os radares são úteis e indispensáveis. Porém devem ser colocados em locais de risco de acidente, próximo a curvas fechadas, estreitamento de pista… E não escondido atrás de pontes, atrás da muleta de proteção, etc

  17. Ok, votei no Dória, acho o Haddad um lixo, mas esta história da velocidade é, no mínimo, burra. A diferença, para quem hipoteticamente percoresse toda a extensão das duas marginais, seria de quase 9 (nove) minutos. Muito pouca gente faz este percurso todo e, claro, qto menor o percurso, menor o “ganho” advindo do aumento de velocidade. Entretanto, há uma diferença de 40 ((quarenta) metros no espaço médio de frenagem entre os 70 e 90 Km/h que, acho, é muito significativo. Alguém fez as contas?

Deixe uma resposta