Associação de Ciclistas que entrou com liminar contra Dória pretende recorrer contra a velocidade normal nas marginais

Primeiramente, é importante dizer, a medida adotada por João Dória nas marginais Pinheiros e Tietê não tem nada de controversa. Trata-se de uma medida que apenas segue o padrão estabelecido pelo Código Nacional de Trânsito, a legislação máxima sobre o tema. A decisão que havia sido tomada por Fernando Haddad é que ia contra a lei, não a decisão de Dória.

Dito isso, como se sabe há uma guerra declarada contra o prefeito de São Paulo, de modo que tudo o que ele faz é motivo para ataques. Vale para o combate às pichações, vale para o fato de ele ter se vestido de gari ou, no caso, para o fato de ele querer reduzir engarrafamentos em uma cidade que sofre diariamente com isso.

A Associação dos Ciclistas Urbanos de São Paulo parece já ter escolhido o seu lado: estão contra Dória também. Na semana passada a entidade, que diz não ter nenhum vínculo partidário, entrou na Justiça contra a decisão tomada por Dória e conseguiu uma liminar suspeita de um juiz que chegou a alegar, em sua decisão, que retomar a velocidade normal nas vias seria um “retrocesso social”, termo totalmente desconhecido pela comunidade jurídica.

A prefeitura recorreu, e conseguiu na tarde de ontem derrubar a liminar. No entanto, a associação vai recorrer novamente para tentar usar politicamente o judiciário, sabe-se lá com quais interesses.

Ao que tudo indica esta novela está longe de acabar.

Anúncios

2 comentários sobre “Associação de Ciclistas que entrou com liminar contra Dória pretende recorrer contra a velocidade normal nas marginais

  1. Não falamos somente dos ciclistas, mas dos trabalhadore que utilizam motos, os motoboys. Os caminhões muitas vezes não tem freios. Muitos motoristas que não respeitam as sinalizações. A redução da velocidade evita muitos acidentes sim.

Deixe uma resposta