Acervo encontrado no escritório de Teori conta com mais de 7,5 mil processos

Com mais de 7,5 mil processos, acervo do ministro Teori Zavascki no Supremo vai além da Lava Jato. Enquanto o caso de corrupção ligado à Petrobras deve ser redistribuído a um ministro que já está no STF, o mesmo não deve ocorrer com as outras peças. O sucessor do magistrado terá que assumir alguns processos polêmicos que tramitam pela Corte.

Um deles é a ação direta de inconstitucionalidade que discute a necessidade da Assembleia Legislativa de Minas Gerais ter que dar autorização para que o governador Fernando Pimentel seja processado. O julgamento foi suspenso no mês passado, depois de Teori Zavascki pedir vista da causa.

Outra peça de repercussão é o recurso extraordinário que discute se é crime ou não portar drogas para o consumo próprio. O ministro também pediu mais tempo para analisar a peça em setembro de 2015.

A informação é da Jovem Pan.

Anúncios

Deixe uma resposta