“Pichador não é artista, é agressor”, João Dória

Em entrevista ao Estadão, o prefeito João Dória deu uma declaração realista sobre o problema das pichações em São Paulo. O Estadão perguntou:

“Por que o senhor declarou guerra aos pichadores?”

Dória respondeu:

“Amo a arte. Sou totalmente a favor da arte urbana, com muralistas e o grafite. Só entendo que precisa ter disciplina. Não pode a cidade inteira estar grafitada. Até porque estabelece uma conexão com aqueles que julgam o que fazem como arte. E não é. Pichador não é artista. É agressor.”

Anúncios

34 comentários sobre ““Pichador não é artista, é agressor”, João Dória

    1. Eu moro no bairro e, sinceramente, arte sem manutenção é feia. Todas as vezes que passava ali, me incomodava. A poluição do local estraga rapidamente o que foi pintado e a arte perde o viço. Na minha opinião, os locais onde forem pintadas deveriam ser melhor escolhidos, para que sejam não só mais protegidos da poluição, bem como dos pichadores que não as respeitam.

  1. Acho que está havendo um equivoco aqui. Graffiti não é pichaçao. É arte de rma, reconhecida no mundo inteiro. Temos grandes artistas, reconhecidos internacionalmente, como os Gémeos, o Zenzão, o Binho Ribeiro, Nick Alive e tantos outros.
    A figura do prefeito é de uma pessoa pública que deve expressar o pensamento público e não o pessoal.
    A prefeitura tem projetos mais importantes, não? Por exemplo, reduzir a quantidade de moradores de rua. Isso é que é feio de se ver nas ruas.

  2. Acho que esta discussão é mimimi de esquerdinha iPhone, que esta defende a cidade imunda com pichações e grafites de péssimo mau gosto, permite que os guris de sua casa ou as paredes o seu condominio sejam usados pelos fazedores desta arte?
    Tem que ter regulamentação sim, designação de área e pre aprovação do projeto, como se faz em pais serio.
    Um exemplo magnifico é Winwood em Miami, que de um bairro abandonado, feio, sujo virou um dos pontos turísticos da cidade, pelos maravilhosos grafites ali pintados. existe um planejamento e uma pre aprovação do que vai ser executado, portanto ali tem arte!!!
    Enaquanto isso ficamos aqui com o mimimi e com a cidade toda emporcalhada, Doria esta de parabéns!

  3. Pessoas que destroem, estragam, mutilam, desfiguram o patrimônio comum da Sociedade devem arcar com os custos de restauro do bem com pena de ficar inscrito em todos os meios de consulta de crédito até saldar o restauro e a multa por essa transgressão,… Os porcalhões e destrutivos não conseguirão comprar uma rolha à credito até limpar seu nome,…!!! E arcarão com seu patrimônio para saldar esse débito,…!!!

  4. E,u como cidadão, também me sinto no direito de reinvidicar o meu direito quanto ao espaço público e acredito que, por ele ser publicado, ele não deve agradar, A, B ou C…..
    No meu entendimento, ele não deve DESAGRADAR, A, B ou C…….
    Ou seja, o espaço público deve ser, em sua plenitude, o mais neutro POSSÍVEL!

  5. Arte em espaço público, só autorizada nos termos da lei. A disciplina deve ser seguida por qualquer profissional, qualquer cidadão, qualquer artífice. Dória está certo e, por fim, vai valorizar a verdadeira arte.

  6. Tudo deve ter organização, fazer por fazer, é pura ignorância o pichadores devem fazer seus atos com a concordância da pessoa que tem o domínio da questão. Mesmo o grafite tem que ter suas regras e a concordância.
    Uma visão bonita todos admiram e apoiam,

  7. Concordo, além de picharem os prédios públicos, ruas e avenidas. Invadem condomínios particulares picham as fachadas quebram as antenas para usar de suporte do rolo para escrever aqueles borrões todos. Precisam colocar limites nessas pessoas, puni las com multas severas e serviços sociais para ocupar o tempo delas de ociosidade. Assim terão tempo pra pensar numa melhor maneira de se divertir ao vez de ficar sujando o que foi pintado.

  8. Bom! Esta se falando muito, e não é de hoje que se falam sobre a questão de pichação em São Paulo. Víamos por toda a cidade vários prédios com suas fachadas pichadas, até em lugares de difícil acesso, e sempre feitas na calada da noite. Então se pichação é arte porque disso? Na maioria feitas por adolescentes que são rebeldes ou protestando por alguma coisa. O grafite sim considerado como Arte de Rua, feito com planejamento em lugares na sua maioria com permissão, feito a luz do dia e seu resultado faz bem aos olhos. A solução que as autoridades tomaram um tanto radical, como muitos colocaram aqui deveria focar naqueles que agridam aos olhares do público, ou nos imóveis que foram pichados, não somente a ponte estaiada, não sou contra em manter a cidade limpa ou linda. São Paulo foi enfeiada por muito tempo e lógico que toda a solução apresentada agora será recebida com certas reservas e com tantas coisas erradas que herdamos que estranho soluções que poderiam ser em outras frentes. Mas enfim 2017 é mudança e toda deve ser recebida com uma pitada de esperança e fé.

  9. Concordo com o Prefeito, quando diz que grafiteiro é pichador. Se o cara quer expressar aquilo que ele chama de arte, que vá fazê- lo nas paredes e muros de sua casa e não nos prédios da cidade, poluindo o visual das pessoas.

  10. Finalmente alguém de bom senso e bom gosto na politica e no comando. João Dória: futuro governador de São Paulo e futuro presidente do Brasil.

  11. Educar. Como educar pessoas sem educação de pois de velha? Dizem que burro velho não aprende. Vai ter que usar muito chicote nestes desclassificados que acham que por um muro estar exposto na rua é para ser pichado. Se isto ficasse apenas nos muros, ainda seria fácil resolver, porém picham em cada lugar tão absurdo que fico pensando: Como este sujeito aprendeu a escalar tão bem?
    Há tempos que dou, a contragosto de minha família, murro em ponta de faca. Dizem que não modificarei o mundo. Quem sabe tenhas sucesso e consigas apagar a sujeira das ruas paulistanas. Dai em diante será um marco para os prefeitos das outras cidade.

  12. Concordo com a pessoa que disse que é necessário ter um pouco mais de conhecimento sobre arte. Sobretudo para que as pessoas entendam que muro publico, bem publico, pertence, como o proprio nome diz, a todos. Jamais a um apenas. Logo, tais muros, praças ou qualquer local ou espaço publico, não pode ser utilizado como suporte de manifestação de um cidadão que se diz artista. A busca de fama e gloria, pressuposta em toda manifestação artistica, não pode sobrepujar o referencial do bem comum, da higiene e da saude de uma população. Assim sendo, manifesto-me em favor do artista. Desde que ele se valha da parte interna do muro de sua casa, com IPTU, agua, luz, ISS etecetra devidamente oficializados e pagos e faça de sua cas um museu ou galeria para expor a sua arte. Pode e deve cobrar entrada. Agora, se aproveitar do que é meu para uso particular, proprio e de graça…. isso não. É usurpação. É furto. É banditismo.

  13. A palavra chave é disciplina………..quer grafitar….o que acho bonito e também penso que é sim uma arte……..peça autorização e vá grafitar onde a autorização for data………não pode pela desculpa de ser arte, grafitar qualquer espaço público………agora pichar é outra coisa, tem que ser banido……..á sinônimo de desordem, bagunça, feiúra…….então, aos pichadores, deve ser autorizado pichar apenas o interior de suas residências como paredes e tetos e seus móveis também se assim o quiserem………

  14. As pessoas que ainda protegem e/ou concordam com os pichadores são todos IGNORANTES tanto quanto eles. Pichar é uma coisa, grafite é outra !!!
    Grafite é arte, mas para se ter uma cidade limpa deve ter a autorização da prefeitura. Pichar é vandalismo, não tem nexo nenhum ficar sujando a cidade, propriedades dos outros, quadros de arte, monumentos, etc … Com que direito eles tem de fazer isso ? Quem paga a conta disso, para limpar e pintar novamente. São eles ou os proprietários. São uns vagabundos que normalmente não trabalham, são uns idiotas, imbecis que tinham que estar na cadeia. Assistam uma matéria que teve no Serginho Groisman sobre pichação. Vejam o nível de ignorância, o nível de idiotice deles. Não falam nada com nada. Chega a ser bizarro. No final da matéria aparece o Rogerio Flausino do JOTA QUEST falando sobre isso. Palmas para ele. Um cara esclarecido. Musico e compositor. Temos a mesma opinião. Apoio o Dória !!!

Deixe uma resposta