Extrema-esquerda quer rasgar Constituição e impedir que Temer nomeie novo ministro para vaga de Teori

A magistratura petista, reunida na AJD, alega que Michel Temer não tem legitimidade para indicar o novo ministro do STF.

Por isso, quer que ele aguarde o resultado do julgamento no TSE, provavelmente no segundo semestre.

Diz a nota dos petistas:

“Tem-se a presidência da República ocupada após processo de impeachment concretizado em 2016, cuja legitimidade ainda hoje é colocada em dúvida por respeitáveis setores do meio jurídico (…)

A AJD, atenta à necessária manutenção da legitimidade democrática da cúpula do Judiciário brasileiro, clama para que a nomeação de novo membro do STF ocorra sob o transparente debate público, de forma não afoita e aguarde, ao menos, o acima citado julgamento da chapa da atual presidência da República perante o TSE.”

A informação é do site O Antagonista.

Anúncios

Deixe uma resposta