Janot avisa: Lava Jato pode atrasar 3 meses com morte de Teori

O procurador-geral da República, Rodrigo Janot, admitiu a pessoas próximas que o que está em jogo com a morte de Teori é a investigação da Operação Lava Jato.

Com a morte do relator do caso no STF, Janot prevê atraso na homologação das delações da Odebrecht, que estavam planejadas para o início de fevereiro.

A estimativa da Procuradoria-Geral da República é de que, se os casos da Lava Jato foram passados para outro ministro, a homologação dos depoimentos pode ser adiada pelo menos três meses.

Anúncios

Deixe uma resposta