Fernanda Lima surpreende ‘justiceiros sociais’: “Funk é música feita para desmerecer mulheres”

A apresentadora oficial do programa “Amor & Sexo”, exibido já há alguns anos pela Rede Globo, declarou algo polêmico e, de certo modo, inesperado. Segundo ela, funk é uma música machista e feita para desmerecer as mulheres e que não deixa seus filhos ouvirem esse tipo de música.

“Eu explico isso para os meninos, eles vão para a escola e voltam com todas as piadinhas e os funks. Eu reexplico que a melodia é incrível, mas digo a eles que aquela letra não é para ser cantada, não admito! Digo que essas músicas são feitas para desmerecer as mulheres”, disse ela em entrevista à Revista Quem.

Todos sabem que Fernanda é feminista e é ligada aos movimentos de extrema-esquerda. Ela chegou a doar R$ 10 mil para a campanha de Marcelo Freixo, do PSOL, no ano passado. Normalmente não se espera que alguém desse meio tenha coragem de dizer essa verdade, até porque o funk carioca é “protegido” pelos justiceiros sociais pelo fato de ter como principais cantores e compositores jovens negros da periferia.

Certamente isso dará dor de cabeça à apresentadora, que vai acabar sendo atacada pelo movimento negro ou mesmo pelo movimento feminista. Aguardemos!

Anúncios

Um comentário sobre “Fernanda Lima surpreende ‘justiceiros sociais’: “Funk é música feita para desmerecer mulheres”

Deixe uma resposta