10 estados do norte e nordeste querem ajuda do exército para resolver crise penitenciária

Os governos de pelo menos dez estados já anunciaram que irão pedir a ajuda dos militares das Forças Armadas em presídios e fronteiras. Os governos do Amazonas, Roraima e Rio Grande do Norte já pediram, e os de Rondônia, Acre, Roraima, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Amazonas, Pará, Tocantins e Amapá assinaram um termo de adesão do chamado Plano Nacional de Segurança, e ainda precisam fazer o pedido especificamente aos militares.

A atuação dos militares nos presídios dependerá de autorização do governador de cada estado e será feita em conjunto com a polícia. De acordo com o ministro da Defesa, Raul Jungmann, dentro de 10 dias cerca de mil militares, divididos em 30 equipes, já estarão prontos para atuar nos presídios.

Anúncios

Deixe uma resposta