Rui Falcão desrespeita quadros petistas ao dizer que Lula é “candidato permanente”

Não é de hoje que o PT enfrenta uma crise interna. Muitas figuras dentro do partido querem mudar os rumos da legenda e, para isso, cogitaram desde o ano passado substituir o próprio presidente Rui Falcão por alguém mais jovem, que possa dar uma guinada mais agressiva à esquerda. A declaração que Falcão deu sobre Lula, portanto, pode piorar a situação.

Falcão afirmou ainda não ver necessidade de lançar o nome do petista, pois ele é “candidato permanente” do partido, e que sua candidatura provavelmente será oficializada em abril.

“O Lula não precisa ser lançado por ninguém. Ele já é nosso candidato permanente à Presidência da República”, disse ele, que foi à Câmara dos Deputados para participar das discussões da bancada petista sobre quem o partido apoiará na disputa pelo comando da Casa.

Segundo Falcão, Lula já está sendo lançado por movimentos socais, o que não é bem uma verdade, já que vários grupos petistas consideram Lula um “cavalo paraguaio”.

Anúncios

Deixe uma resposta