Extrema-esquerda pira na batata e cria teoria conspiratória sobre Dória e o combate aos pichadores

Pichação é contravenção e é prevista no código penal. Por algum motivo, Fernando Haddad passou quatro anos no poder não apenas sendo conivente com isso, mas até mesmo incentivando. João Doria, o novo prefeito, aparentemente respeita as leis e quer colocar em prática seu projeto Cidade Linda, que prevê, entre outras coisas, o fim das pichações.

Devido ao fato de ele próprio, em pessoa, ter ido apagar pichações durante o fim de semana, a extrema-esquerda paulista sentiu calafrios na espinha. Após quatro anos de imundície travestida de arte, finalmente os cidadãos talvez voltem a ter sossego. Com isso, surgiram as mais diversas teorias, entre elas a de que tudo isso é uma “estratégia de marketing” e que, na verdade, o prefeito quer que os pichadores continuem pichando para ele ter o que limpar.

Observe:

123

Esse não foi o único comentário a se encontrar nesse sentido. Muitos esquerdistas, irritados com o fato de terem sofrido duras derrotas desde o ano passado, começaram a se mobilizar. Como publicamos aqui mesmo mais cedo, chegaram até a criar uma matéria falsa em blogs como Brasil 247 para sugerir que os pichadores ficaram “mais ousados” após Dória ter apagado os rabiscos na ponte. Uma mentira, já que o picho era bem anterior ao caso.

Na realidade não há conspiração nenhuma. Dória apenas está fazendo cumprir a lei – e também suas promessas de campanha.

Anúncios

Deixe uma resposta