Pastor esfaqueado em culto sofre campanha de ódio na Internet

No último domingo, 8, o pastor Valdemiro Santiago foi esfaqueado no meio de um culto da Igreja Mundial do Poder de Deus, no bairro do Brás, em São Paulo. O caso normalmente chocaria as pessoas, já que é um tipo de violência injustificável, mas aparentemente não foi o caso.

Por se tratar de um pastor evangélico, muita gente apoiou o agressor nas redes sociais, alguns até desejaram que Valdmiro tivesse morrido no ataque. Os ataques de ódio ao pastor vieram de todos os lados, inclusive de cristãos, mas especialmente de ateus ligados ao movimento ATEA, a Associação Brasileira de Ateus e Agnósticos. A página postou memes ridicularizando o pastor e minimizando a gravidade do ataque.

O que poucos parecem entender ou mesmo se importar é que estamos falando de uma vida. Muitas pessoas, ao criticarem o pastor e desejarem sua morte, usaram como argumento que ele é corrupto, que ele “rouba seus fiéis”, etc. Mesmo que isso seja verdade, há outros meios de puni-lo, inclusive meios legais. Esfaquear alguém por isso não é nada razoável.

A grande ironia, a propósito, é que tudo tenha ocorrido alguns dias após a imprensa brasileira ter choramingado a morte de criminosos de alta periculosidade em penitenciárias no norte do país. Parece que estuprar, matar pessoas ou assaltá-las é menos grave do que ser pastor.

 

 

Anúncios

6 comentários sobre “Pastor esfaqueado em culto sofre campanha de ódio na Internet

  1. “O que poucos parecem entender ou mesmo se importar é que estamos falando de uma vida. Muitas pessoas, ao criticarem o pastor e desejarem sua morte, usaram como argumento que ele é corrupto, que ele “rouba seus fiéis”, etc. Mesmo que isso seja verdade, há outros meios de puni-lo, inclusive meios legais.”

    Mas qndo se trata de massacres em presídios aí bandido bom é bandido morto né? Quando um membro do governo Temer diz que deveria haver um massacre em presídios por dia, vcs o defendem alegando liberdade de expressão, mas neste caso é a “extrema-esquerda” que nao sabe viver em sociedade ne?! Quando atinge a poderosa religião aí são vidas, independente se ele é corrupto ou não né?
    Qndo atingi um religioso, que assim como o MBL, vive de alienar seus seguidores aí tem a preocupação com a vida alheia né?!
    Não ‘comemorei’ o ataque a ele, por mais imbecil que eu acredite que esse cara seja e nem estou defendendo que mais atitudes como essa aconteçam. Muito pelo contrário.
    Comento apenas para expor (mais uma vez) a hipocrisia que infesta o pensamento dos membros do MBL.
    #paz

  2. “O que poucos parecem entender ou mesmo se importar é que estamos falando de uma vida. Muitas pessoas, ao criticarem o pastor e desejarem sua morte, usaram como argumento que ele é corrupto, que ele “rouba seus fiéis”, etc. Mesmo que isso seja verdade, há outros meios de puni-lo, inclusive meios legais.”

    Mas qndo se trata de massacres em presídios aí bandido bom é bandido morto né? Quando um membro do governo Temer diz que deveria haver um massacre em presídios por dia, vcs o defendem alegando liberdade de expressão, mas neste caso é a “extrema-esquerda” que nao sabe viver em sociedade ne?! Quando atinge a poderosa religião aí são vidas, independente se ele é corrupto ou não né?
    Qndo atingi um religioso, que assim como o MBL, vive de alienar seus seguidores aí tem a preocupação com a vida alheia né?!
    Não ‘comemorei’ o ataque a ele, por mais imbecil que eu acredite que esse cara seja e nem estou defendendo que mais atitudes como essa aconteçam. Muito pelo contrário.
    Comento apenas para expor (mais uma vez) a hipocrisia que infesta o pensamento dos membros do MBL.
    #paz

  3. É mais fácil esse pastor ter enganado um “irmão” que revoltado descontou sua ira nele. Já existem precedentes pouco éticos deste mesmo pastor, se não me engano, na media. Enfim, tem um ditado que diz: quem semeia vento, colhe tempestade… Não sei, se não foi este o caso.

  4. Essa matéria me parece um pouco tendenciosa uma vez que não é mencionado que muitos desses ataques estão vinculados inclusive a postura da vítima após o atentado. Nada justifica a violência e certamente e inadmissível desejar algo do tipo seja ao pastor “homem de bem” seja aos “criminosos” citados. Contudo utilizar de um ato desses para publicidade e arrecadação de verbas as custas da fé alheia me parece tão absurdo e cruel quanto a própria repercussão em si.

Deixe uma resposta