Vanessa Grazziotin paga mico e briga com a língua portuguesa: “Pavoroso, sim; acidente, não”

A senadora Vanessa Grazziotin, do PCdoB, quis corrigir Michel Temer em um artigo na Folha de S.Paulo e acabou passando vergonha, mais uma vez.

Na semana passada o presidente Michel Temer se pronunciou sobre o massacre na penitenciária Anísio Jobim em Manaus, classificando o incidente como “um acidente pavoroso” e a extrema esquerda, mostrando que desconhece o significado da palavra acidente, viu nisso uma possibilidade de ataca-lo.

“Pavoroso, sim; acidente, não”, disse Vanessa Grazziotin, sugerindo que o episódio não poderia ser definido como acidente, ou que os termos “pavoroso” e “acidente” são mutuamente excludentes. Nos dois casos ela está errada.

Que feio Vanessa Grazziotin.

Anúncios

4 comentários sobre “Vanessa Grazziotin paga mico e briga com a língua portuguesa: “Pavoroso, sim; acidente, não”

  1. Eu tenho e do pq ela e o marido são dois pilantra ele então oxi ela diz que não se mete nas coisas do marido para vanessa ai vem falar estes erros da língua portuguesa vai casar um tanque de roupa que e melhor pra vc

  2. Grazziotin tem fé na Santa Coração Valente, [rsss].

    Santa Mulher.
    SANTA FEMININA. Eis, veja aqui:

    Os petistas (todos. Sem excessão) seguem uma religião de fé e dogma. O mesmo acontece com alguns dos satélites do PT, tal qual Grazziotin…

    Acreditam em deusa: a divindade brega deles cujo nome é a «Coração Valente©» de João Santana [santa criada pelo bilionário — virgem que jamais cometeu nenhum desvio. O bilionário Santana agora está preso pelo MORO. Moro esse que a religião ensina que é do Mal… rsss] era uma deusa gorda.

    Tem variados dogmas que aprendem em blogs de fé (uma espécie de “igrejinha”) e repetem ad infinitum: «fascista»; «foi golpe»; «20 milhões da pobreza»; «sem crime de responsabilidade»; «Pronatec»; «é gópi, é gópi, é gópi»; «casa grande e senzala»; «mídia hegemônica» [uma espécie de demoninho ou capetinha muito, mas muito perigoso para a religião]; «PiG»; «mídia velha»; «fora temer» [mantra cantado]; esse dogma aqui DE TODOS é dos melhores: «LUZ para todos» [rssss] etc. etc. etc. etc. etc.

    ____________________________
    [Santa MULHER, acima…].

Deixe uma resposta