Policial baleado durante Olimpíada morreu ontem. Mídia despreza o caso…

No último mês de agosto, durante as Olimpíadas do Rio de Janeiro, um agente da Polícia Rodoviária Federal foi baleado durante assalto. Boa parte da mídia noticiou o caso, mas sem muito alarde ou drama, nada comparado ao chororô que se vê quando algum criminoso é ferido.

Eis que ontem, 9, o agente Marzio Deon Rezendo veio a falecer, após meses sofrendo na cama de um hospital.

“Mesmo com a apresentação de momentos de melhoras nos últimos meses, na última semana surgiram complicações e seu estado de saúde foi agravado. Marzio é mais um agente de segurança pública que perde a vida enquanto trabalha em prol de uma sociedade mais segura”, diz a nota da Polícia Rodoviária Federal.

O agente havia sido transferido para Brasília na esperança de ter um tratamento digno – e até teve, mas os ferimentos eram graves demais e ele veio a óbito. Você não verá nenhuma dessas pessoas que se importa em defender a integridade física de bandidos preocupada em derramar lágrimas pela morte de Marzio.

 

Anúncios

7 comentários sobre “Policial baleado durante Olimpíada morreu ontem. Mídia despreza o caso…

  1. Enquanto a mídia nem mostra esse caso de morte de um servidor público policial, fica o tempo todo falando e mostrando a morte de bandidos, ora ! vão se ferrar midía dirigida!

  2. Está difícil acreditar nos políticos brasileiros. No congresso a maioria é conivente com deslealdade, desonestidade, mentiras e falcatruas.

    1. Certamente! Já estão lá na residência do nobre policial os direitos dos manos, político que certamente ganhou voto dele, Maria do ossário com a documentação para indenizar o policial que defendia está cambada.

    2. Infelizmente nós é quem temos de indenizar, antônio barbosa, por erro dos outros. Eles são incompetentes e agem com essa irresponsabilidade porque sabem que as indenizações são pagas com nosso dinheiro, o publico, e eles não tem punição alguma.

Deixe uma resposta