Na prisão, Dirceu aquece a marmita com “rabo quente”

A revista Época comentou um pouco sobre a vida de José Dirceu na prisão.

Está escrito: “Cabelos grisalhos penteados para trás, calça esportiva e camiseta, o detento aquece a marmita do almoço com o rabo quente, um dispositivo elétrico feito para ferver água.”

Atualmente, “Dirceu trabalha como distribuidor de livros e organizador do acervo da biblioteca do presídio”. O caso é que o cargo não existia, tendo sido criado a pedido dele. A matéria lembra: ” os vícios do poder político não se vão facilmente, como se vê”.

Ao exercer a função ele tem, como prevê a lei, direito a um dia de remissão de pena para cada três trabalhados. Atualmente com 70 anos, ele espera sair da prisão um pouco mais cedo.

Anúncios

Um comentário sobre “Na prisão, Dirceu aquece a marmita com “rabo quente”

Deixe uma resposta