Governo Temer quebra recorde de exonerações de apadrinhados. Maior parte é de corruptos.

Os dados da Veja mostram: nunca o governo federal expulsou tantos servidores quanto no ano passado.

Ao todo, 550 funcionários públicos – efetivos e comissionados – foram cortados ou tiveram as aposentadorias limadas em 2016.

Desde que a Controladoria Geral da União começou a fazer esse balanço, em 2003, isso é um recorde.

A maior parte destes servidores deixou a máquina da pior forma possível: 343 foram demitidos por causa de corrupção.

Anúncios

4 comentários sobre “Governo Temer quebra recorde de exonerações de apadrinhados. Maior parte é de corruptos.

Deixe uma resposta