Pacote de denúncias contra Lula está afastando partidos de extrema-esquerda do PT

Os partidos de extrema-esquerda que sempre foram fiéis ao petismo estão cada vez mais se afastando do partido, o que torna a estratégia do partido de lançar a candidatura de Lula em 2018 cada vez mais difícil.

A situação de Lula com a justiça esta tão feia que até o PCdoB já está cogitando candidatura própria para a presidência.

PSB alega estar se preparando para adotar postura semelhante. “A população está esperando o surgimento de novas lideranças”, disse o presidente nacional da sigla, Carlos Siqueira.

 Marina Silva deve novamente sair candidata, dessa vez pelo Rede, e o PDT já anunciou que vai lançar Ciro Gomes.

A dúvida sobre se Lula estará solto em 2018 e em condições de ser candidato; somado à surra tomada pelo partido nas eleições municipais, está afastando até os mais fiéis ao petismo. Não há dúvida, a legenda está queimada.

Anúncios

2 comentários sobre “Pacote de denúncias contra Lula está afastando partidos de extrema-esquerda do PT

  1. Desde o surgimento do Império Soviético em 1917 que o social comunismo disse à que veio:
    Enganar, oprimir, perseguir, matar, etc e etc e etc.
    Eu não conheço nenhuma nação que se tornou benignamente próspera tendo o socialcomunismo como forma de governo.

  2. Lula já é penta-réu, e considerando que o juiz Moro leva seis meses, em média, para julgar os processos da Lava-Jato e apenar os culpados – e o TRF da 4ª Região, outros seis meses para confirmar suas sentenças, dificilmente o molusco continuará livre, leve e solto por muito tempo. Essa conversa de Lula se lançar candidato, do ponto de vista prático, e não do midiático, é tão útil quanto a denúncia que seus advogados protocolaram perante a Comissão de Direitos Humanos da ONU. Ou seja, conversa mole para dormitar bovinos e acalentar os sonhos absurdos da militância abjeta que ainda acredita nas bazófias da “alma viva mais honesta do Brasil”. Se não desse nojo, daria pena.

Deixe uma resposta