Colunista do Estadão expõe herança maldita de Dilma: “Não tínhamos um governo; tínhamos um escândalo”

O colunista do Estadão, Everardo Maciel,  escreveu um artigo intitulado “Atribulações da travessia Temer” onde expõe a herança maldita deixada por Dilma e o PT, e faz alguns elogios sutis ao governo Michel Temer e à operação Lava Jato.

“Não é fácil enfrentar a reação enfurecida dos que foram defenestrados e, em seguida, privados das regalias do poder. Mais difícil ainda é gerir o terrível legado das administrações anteriores, mudando o plano de voo em pleno voo. Não tínhamos um governo; tínhamos um escândalo”, disse o colunista, que completou dizendo que suas expectativas em relação ao governo Temer foram superadas, e elogiou as reformas e o ajuste fiscal.

Maciel também defendeu a Lava Jato, dizendo que essa e outras operações voltadas a combater a corrupção “têm de ser louvadas” e disse que considera as iniciativas eficazes em “eliminar relações promíscuas entre o Estado brasileiro, agentes públicos, políticos e empresas”.

 

Anúncios

Um comentário sobre “Colunista do Estadão expõe herança maldita de Dilma: “Não tínhamos um governo; tínhamos um escândalo”

  1. Parabéns, Everardo Maciel. Seu relato deveria ser absorvido por aqueles que ainda não entenderam o que aconteceu com nosso país.
    Precisamos deixar muito claro o que os governos do PT fizeram com o Brasil.

Deixe uma resposta