Dória dá ultimato: 6 meses para cortar comissionados e reduzir despesas

O primeiro decreto publicado por João Doria, agora na condição de prefeito de São Paulo, reestrutura as secretarias municipais e as prefeituras regionais e divulga a nomeação de funcionários de primeiro e segundo escalões da sua gestão.

Agora vem a melhor parte: Por meio de uma edição especial do Diário Oficial da Cidade, o tucano definiu uma meta de 6 meses para que os todos os órgãos da administração pública direta, inclusive as secretarias e as autarquias, apresentem “proposta de estruturação administrativa” com redução de, no mínimo, 30% dos cargos comissionados.

No mesmo ato, o prefeito ainda extingue quatro pastas (Licenciamento, Promoção da Igualdade Racial, Política para as Mulheres e Comunicação) que existiam na gestão Fernando Haddad (PT), remaneja 210 cargos comissionados entre os órgãos da Prefeitura e extingue outros 61.

A meta de Doria é cortar gastos, ou seja, fazer mais com menos. Os militantes da ORCRIM devem estar desesperados agora.

Fonte

 

Anúncios

Um comentário sobre “Dória dá ultimato: 6 meses para cortar comissionados e reduzir despesas

  1. Tem o meu total apôio.
    Quando digo “meu apôio”, falo pelos cidadãos de bem que trabalham, pagam impostos, engolem comida fria e se viram pra colocar alguma coisa em casa enquanto estes projetos de marajás não fazem absolutamente nada e ganham muito bem pelo que não fazem.
    Caro Sr. Prefeito.
    É a hora e a vez de se fazer ouvir frente as necessidades desta cidade.
    O senhor teve o meu voto e espero que realmente trate esta cidade como uma empresa que visa funcionar como um relógio sem o minimo desperdício.
    Sua capacidade como administrador eu já conheço.
    Falta “dobrar” esta classe de “politicos profissionais”

Deixe uma resposta