Deputado estadual irá denunciar Pimentel por uso ilegal de helicóptero. Pode dar impeachment!

O deputado estadual Sargento Rodrigues da exemplo com sua atitude sobre o caso do uso ilegal de helicóptero por Pimentel. Ontem (02/01), o deputado afirmou que vai acionar o Ministério Público Estadual (MPE) com ação contra o governador pelo uso irregular da aeronave para buscar o filho baladeiro.

O ato vergonhoso do Governador de Minas Gerais foi divulgado por meio de um vídeo nas redes sociais, onde se pode ver Pimentel pousando em condomínio às margens do lago de Furnas, balneário de Minas Gerais, para buscar seu filho, que passou o réveillon na região.

“É um absurdo. O Estado falido e o governador usando um helicóptero para buscar o filho na balada”, disse Rodrigues. A ação do deputado se baseia na lei 8429/92, que trata de improbidade administrativa por agentes públicos.
O artigo 10 da lei diz que “constitui ato de improbidade administrativa que causa lesão ao erário qualquer ação ou omissão, dolosa ou culposa, que enseje perda patrimonial, desvio, apropriação, malbaratamento ou dilapidação dos bens ou haveres” das administrações direta e indireta de quaisquer poderes da União, Estados, municípios e do Distrito Federal.

Se for aceita, a ação pode causar o impeachment do governador petista. Vamos torcer para que, ao menos dessa vez, não tenham militantes gritando “golpe” novamente…

Fonte

Anúncios

3 comentários sobre “Deputado estadual irá denunciar Pimentel por uso ilegal de helicóptero. Pode dar impeachment!

  1. Improbidade, uso de equipamento do herario publica em beneficio proprio. Este cidadao deveria renunciar , a cada dia sua gestao e atitide mostra a sua indole.

  2. É correto é elogiável a ação do deputado.
    Se fosse para arrumar uma rua ou melhorar outra obra pública ou Atender alguém com alguma necessidade urgente iriam dizer que não há verba.
    Tem todo meu apoio.
    Trabalho há 50 anos neste país, ultimamente mais da metade que ganho é para pagar conta público, mantendo corruptos e, como este, que pensa que o poder está a serviço dele e não a serviço da população que o elegeu.

Deixe uma resposta