Blog petista ofende vítimas do holocausto ao citar campos de concentração para falar do massacre de presos em Manaus

O blogueiro Fernando Brito, em artigo para o site petista Tijolaço, resolveu comentar o caso da rebelião em Manaus que acabou matando dezenas de presidiários. A despeito do fato de que os próprios prisioneiros mataram uns aos outros, Brito tenta responsabilizar o capitalismo, a sociedade, a Rede Globo, etc. Contudo, a ideia mais estúpida contida no texto é a comparação entre o que ocorreu em Manaus e o holocausto judeu.

Não que isso seja surpresa, o desprezo e o desrespeito da extrema-esquerda com as vítimas do holocausto sempre foi algo presente, até porque socialistas são em sua maioria antissemitas. O que surpreende é alguém achar razoável comparar um massacre de algumas dezenas de pessoas, em sua maioria criminosos condenados, e ainda mais um massacre promovido pelos próprios criminosos, com um crime absurdo contra a humanidade que exterminou de forma fria e covarde milhões de inocentes.

Comparar o que aconteceu em Manaus com o holocausto é um absurdo, e isso tanto do ponto de vista histórico como do ponto de vista humanitário. No entanto, não é tão absurdo assim se observarmos o histórico de massacres desumanos praticados por regimes de extrema-esquerda, como a URSS. Stalin matou mais do que Hitler e em período de paz, mesmo assim é idolatrado justamente por gente como Fernando Brito.

Anúncios

Um comentário sobre “Blog petista ofende vítimas do holocausto ao citar campos de concentração para falar do massacre de presos em Manaus

  1. E a coisa não está feia somente aqui. Se formos no MSM (Mídia Sem Máscara), há uma matéria do antissemitismo da ONU. A mesma organização que devolveu Israel aos judeus está acusando os israelitas de crimes contra a humanidade, que são cometidos pelos inimigos de Israel. Ter direito de resposta bélica agora é crime.

Deixe uma resposta