Acredite se quiser: ex-tesoureiro petista diz que está preso “unicamente por não ter dinheiro”

A defesa do ex-tesoureiro do PT, Paulo Ferreira, preso na Lava-Jato, alegou que o petista está preso “únicamente por não ter dinheiro”.

O juiz Sérgio Moro liberou o ex-tesoureiro depois dele confessar que o PT trabalha com recursos não contabilizados, mas impôs fiança e algumas medidas cautelares, como entrega de passaporte e proibição de deixar o país.

Mas parece que não foi o suficiente. A defesa agora reclama que Paulo Ferreira está endividado e que está preso apenas por não ter dinheiro para a fiança. “Hoje o acusado permanece preso unicamente por não ter dinheiro”, argumenta a defesa.

Parece até piada.

Anúncios

Deixe uma resposta