A credibilidade de Sérgio Moro e os próximos desafios da Lava Jato

O colunista Fábio Zanini fez uma análise interessante da situação atual da Lava Jato, considerando o que está por vir em 2017. Segundo ele, “a principal ameaça à Lava Jato, maior até do que um acordão no Congresso, é a perda de credibilidade de seu porta-estandarte”, Sergio Moro.

Zanini acredita que, em 2017, “a fervura seguirá alta, com novas revelações da Odebrecht, a possível delação de Eduardo Cunha e prováveis condenações de Lula. Tais condições exigem que Moro volte à discrição pré-estrelato, sem cair na tentação de ser parte do debate político. Sem virar um Gilmar Mendes, em outras palavras”.

A visibilidade conquistada por Moro tem suas vantagens, claro. Por conta disso, foi possível para ele impedir as tentativas de golpe contra a Lava Jato, até o momento. Como sabemos, as revelações da Odebrecht, a possível delação de Eduardo Cunha e as condenações de Lula terão o efeito de aumentar ainda mais a credibilidade de Moro. Cabe ao juiz administrar sua boa imagem e manter um equilíbrio entre a visibilidade e a discrição. Se seguir esta fórmula, o sucesso é questão de tempo.

Fonte

Anúncios

Um comentário sobre “A credibilidade de Sérgio Moro e os próximos desafios da Lava Jato

Deixe uma resposta