Em resposta ao ataque de Obama contra a democracia, russos aplicam retaliação. Tensões aumentam!

De acordo com O Globo, a Rússia anunciou nesta sexta-feira planos para expulsar 35 diplomatas americanos e proibir funcionários diplomáticos americanos de usarem instalações em Moscou, isso em retaliação às sanções dos Estados Unidos aplicadas ontem. O ministro das Relações Exteriores, Sergei Lavrov, foi citado pelas agências russas dizendo que havia proposto as medidas ao presidente Vladimir Putin.

A reação de Moscou vem um dia após o presidente americano, Barack Obama, ordenar a expulsão de 35 diplomatas russos e impor sanções a duas agências de inteligência russas por seu envolvimento em supostos ciberataques contra grupos políticos americanos nas eleições presidenciais de 2016.

O fato é que Obama está aplicando uma tática antiga que há muito não se usava na política americana: entregar um país em crise nas mãos de seu sucessor e rival. Trump, que assumirá o posto de presidente dos EUA em 20 de janeiro, poderá pegar um país com uma crise política e diplomática.

O objetivo de Obama é aumentar a tensão para deixar Trump em maus lençóis, assim os Democratas poderão culpá-lo caso uma guerra aconteça. Aliás, essa já era a tática Democrata desde as eleições: acusar Trump de ser pró-Guerra.

Anúncios

Um comentário sobre “Em resposta ao ataque de Obama contra a democracia, russos aplicam retaliação. Tensões aumentam!

Deixe uma resposta