Temer corta quase 5.000 cargos comissionados: O ano fica ainda mais “péssimo” para o PT.

Essa é para começar 2017 bem e espantar o fantasma de 2016! O governo acabou com 4.689 cargos em comissão, funções de confiança e gratificações temporárias. A decisão foi formalizada hoje, em decreto publicado no Diário Oficial da União, conforme o blog do Flavio Marinho.

A explicação para tal medida, segundo o texto, é que a redução representará uma economia anual de cerca de R$ 240 milhões. A maioria dos cargos extintos são de Direção e Assessoramento Superiores (DAS), que incluem secretários de ministérios e dirigentes de autarquias. Cargos que, na prática, geram apenas burocracia.

Esta medida faz parte de um cronograma para responsabilidade financeira, que vai de janeiro a julho de 2017. Os primeiros cortes terão início em janeiro e os outros devem acontecer no decorrer do ano. Talvez esse seja o 4º acerto seguido de Temer que acabou de quebrar o próprio recorde de medidas presidenciais sensatas.

Se continuar assim, é possível enxergar um estado menos inflado e novas esperanças para o país.

Anúncios

5 comentários sobre “Temer corta quase 5.000 cargos comissionados: O ano fica ainda mais “péssimo” para o PT.

  1. Então tá explicado o número do desemprego nos jornais de hoje. Foi a cambada de parasitas do PT que foram demitidos. Continuo a dizer; Sr. Presidente Michel Temer, continue assim e tudo que for ruim para os ptistas, será BOM para o Brasil!!!

  2. Não sei se acredito mais nessas demissões, porque aqui em Cuiabá eles tiram do PT e coloca PSDB. Pode ser que em outros estados seja difetente e aconteça isso. O Brasil vai demorar para essa mudança acontecer. Nos cidadãos temos que mudar a cara desse Brasil. Mas primeiramente temos que mudar a nos mesmos. Dizer não ao egoísmo e sim ao próximo. Se não houver isso não haverá mudança. 😉

Deixe uma resposta