Temer dá nos dedos do Congresso e veta socorro aos Estados sem contrapartidas

Michel Temer parece inspirado ultimamente.  Vetou o projeto que vai contra a lógica, aprovado pelo Congresso na semana passada que prevê ajuda federal a Estados brasileiros endividados, sem que eles precisem de qualquer contrapartida. O presidente se reuniu ontem (27/12) com os ministros Henrique Meirelles e Dyogo Oliveira, Fazenda e Planejamento respectivamente, que lhe apresentaram números. Após a confirmação do impacto que a aprovação poderia causar aos Estados, concluiu-se que a medida, da forma como a Câmara aprovou, seria um risco fiscal altíssimo.

Rodrigo maia, sujo como sempre, um dos articuladores da versão do projeto cheia de riscos fiscais, já foi informado   da recusa do projeto e avisado da mudança de decisão de Temer.

Além de bom-senso, o presidente mostrou coerência na medida em que se aprovasse o projeto, mesmo desgastando as relações com alguns senadores e governadores, entraria em atrito com seu discurso de ajuste fiscal.

Fonte

Anúncios

Deixe uma resposta