PT cuida das contas do partido, mas quer estourar contas públicas

Enquanto se opõe ao controle de despesas públicas proposta pela equipe econômica do  presidente Michel Temer, o PT cuida das contas do partido e está fazendo seu próprio “ajuste fiscal”.

 O partido teve uma redução grande na sua receita. O impeachment de Dilma fez com que fosse reduzido o número de cargos comissionados no governo federal, e dessa forma o “dízimo” proveniente deles; sem contar que a legenda tomou uma surra histórica nas eleições municipais. O Partido também não conta mais com financiamento empresarial; uma resposta às investigações da Lava-Jato.

“O PT vem se adaptando à nova realidade financeira. Recentemente, conseguimos diminuir ainda mais nossas despesas de custeio. Entregamos mais uma parte da nossa sede em Brasília, estamos renegociando os contratos com fornecedores, além de também termos sido obrigados a realizar demissões de funcionários”, disse o secretário nacional de finanças do PT, Márcio Macedo. O partido tem tentado ainda reverter na justiça uma série de multas impostas pelo TSE, por irregularidades nas contas.

Curioso é que o partido não tem o mesmo interesse quando o assunto é cuidar das contas públicas.

Anúncios

Um comentário sobre “PT cuida das contas do partido, mas quer estourar contas públicas

Deixe uma resposta