“É um ato de desespero do ex-presidente”, diz Martello sobre processo de Lula contra Dallagnol

O procurador Orlando Martello, que também integra a força-tarefa da Lava Jato, comentou o processo movido por Lula contra Deltan Dallagnol:

“É um ato de desespero do ex-presidente. É uma postura que não auxilia na busca da verdade. É uma tentativa de intimidação de um membro do Ministério Público. Mas o grupo está muito coeso, nós ficamos mais coesos ainda a partir do momento que há um ataque deliberado, infundado a um membro que está somente fazendo seu trabalho, um trabalho técnico. E isso que ele fez foi pessoalizar. É meio ato de desespero.

E eu acho que, hoje, não tem mais força esse tipo de defesa, até porque já são várias denúncias oferecidas, recebidas e há inúmeros caminhos para que ele conteste esse recebimento. E ele não teve sucesso até o momento. Já que se tentou no Judiciário. Tentou-se no exterior. E está tentando agora um outro caminho. A força-tarefa não age politicamente. Não tem esse viés. É meramente técnico o nosso trabalho.”

Lula já esgotou há muito tempo qualquer possibilidade de defesa jurídica. As provas contra ele são concretas e ele sabe. Processar Sérgio Moro e Deltan Dallagnol é parte de uma tática desesperada para forçar um recuo ou pelo menos um atraso nos processos contra ele mesmo.

Anúncios

2 comentários sobre ““É um ato de desespero do ex-presidente”, diz Martello sobre processo de Lula contra Dallagnol

  1. A abjeta conduta do ex presidente Lula, que em desespero de causa, mais conhecido na gíria forense como “jus sperneandi”, ao se sentir perdidamente acuado pelo inúmeros processos que os denuncia pela pratica de diversos crimes no âmbito da aterradora corrupção, apela para o ataque pessoal a membros da equipe da Lava Jato, que se restringem apenas ao cumprimento de sua obrigação funcional

  2. Que o Dallagnol, promoveu um espetaculo midiático; não resta duvida!!!!

    Porem, o nosso querido molusco; esta enrolado até os tentaculos.
    Oque de melhor poderia acontecer, ainda este ano seria; a prisão deste Pilantra,demagogo,hipocrita e traidor de uma geração inteira.

Deixe uma resposta