Bresser surta e diz que retomada de velocidade nas marginais é guerra de classes: “motoristas contra os pedestres” 

O economista e ex-ministro petista Luiz Carlos Bresser-Pereira escreveu um monte de alucinações em um texto para o portal petista Brasil 247.

Em uma análise extremamente desonesta sobre a volta da velocidade padrão nas marginais, estipulada pela gestão Dória em São Paulo, ele afirmou que tudo se trata de uma “luta de classes”.

“Maravilha por que? O prefeito eleito, João Dória, já determinou o gradual aumento da velocidade nas marginais para os níveis anteriores. Por que? Porque esta é a nova regra do jogo no Brasil: a luta de classes, de cima para baixo, dos ricos contra os pobres, dos motoristas contra os pedestres. Se os acidentes com outros veículos houvessem caído tanto quanto caiu o número de atropelamentos, ainda seria o caso de pensar duas vezes”, disse.

O que Bresser finge não saber é que foi de Haddad, não de Dória, a decisão impopular. Foi o prefeito petista quem tomou, arbitrariamente, a decisão de reduzir a velocidade das marginais, uma decisão que desagradou totalmente a população, especialmente os mais pobres. Já a medida apresentada por Dória tem amplo apoio popular, não é a toa que ele a tenha usado em campanha e tenha vencido em primeiro turno.

Evidentemente, reduzir a velocidade das marginais foi uma atitude tomada para gerar mais multas. Ninguém que seja pobre gosta de pagar multas.

Anúncios

Deixe uma resposta