Reforma trabalhista: Governo Temer quer permitir saque de contas inativas de FGTS

Reforma do presidente Michel Temer vai permitir que os trabalhadores saquem de contas inativas de FGTS. Não haverá limite de saque e todo o valor depositado nessas contas até 31 de dezembro de 2015 poderá ser retirado pelo trabalhador para ser usado como desejar.

A medida deve movimentar R$ 30 bilhões na economia.

Até fevereiro, o governo vai divulgar um cronograma para a liberação do dinheiro, que vai ter como referência a data de aniversário do trabalhador.

Anúncios

Deixe uma resposta