Operação Ave de Rapina: 10 vereadores de Florianópolis viram réus

A Justiça aceitou denúncia oferecida pelo Ministério Público de Santa Catarina contra dez vereadores de Florianópolis, todos no âmbito da Operação Ave de Rapina. Com isso, Marcos Aurélio Espíndola, o Badeko (PHS), Célio João (PMDB), Coronel Paixão (PDT), Dalmo Meneses (PSD), Deglaber Goulart (PMDB), Dinho da Rosa (PMDB), Ed Pereira (PSB), Marcelo da Intendência (PP) Ricardo Camargo Vieira (PMDB) e Roberto Katumi (PSD) viram réus no processo.

Destes, quatro foram reeleitos na eleição de outubro: Dalmo Meneses, Dinho da Rosa, Marcelo da Intendência e Roberto Katumi. Os outros seis tentaram continuar na Câmara da Capital, mas ficaram como suplentes.

A publicação do fato ocorreu nesta segunda-feira, 19, no site do Tribunal de Justiça. Na decisão, o juiz Renato Guilherme Gomes Cunha afirma que há “indícios de autoria e materialidade dos crimes imputados aos denunciados”. Todos os dez vereadores foram denunciados pelo crime de corrupção passiva. Já contra Badeko, apontado como líder do esquema de corrupção, pesam também as acusações de organização criminosa, concussão e uma suspeita de lavagem de dinheiro.

Também em sua decisão, o juiz indeferiu o pedido de afastamento de Badeko do cargo de vereador. Ele afirma que a decisão era inócua, visto que faltam menos de 15 dias para o término do mandato e ele não foi reeleito. O magistrado também escreve que o fato de ele não ter sido reeleito “representa, sem dúvida, a resposta mais eloquente para as condutas criminosas atribuídas a ele.”

O atual prefeito eleito da capital, Gean Loureiro, embora não seja oficialmente alvo da Operação, teve seu nome mencionado em diversos documentos. As menções referem-se ao tempo em que ele presidia a Câmara de Vereadores. Vale ressaltar que Loureiro foi eleito com menos de mil votos de diferença, no segundo turno, em relação a concorrente Angela Amin, do PP.

Anúncios

Um comentário sobre “Operação Ave de Rapina: 10 vereadores de Florianópolis viram réus

Deixe uma resposta